Residências artísticas  Artistic residencies

 

Toda la Teoria del Universo (Colcura, Chile, outubro de 2018)

Artista selecionado para o programa de residência artística Toda La Teoria del Universo, em Colcura, Chile, com o projeto “Entre dois túneis, entre dois tempos”, que propõe uma investigação sobre a memória social e a percepção da paisagem sonora local.

Artist selected for the artistic residency program Toda La Teoria del Universo, in Colcura, Chile, with the project “Between two tunnels, between two times”, which proposes an investigation about the social memory and the perception of the local sound landscape.

 

Soy loco por ti Juquery (Franco da Rocha, agosto de 2018)

Artista selecionado para o programa de residência artística do Festival Soy Loco por ti Juquery, no Complexo Hospitalar Franco da Rocha, com o projeto “Cheio_Vazio”, que busca investigar as memórias relacionadas ao complexo arquitetônico projetado pelo arquiteto Ramos de Azevedo e sua importância na comunidade.

Selected artist for the artistic residency program of the Festival Soy Loco por ti Juquery, in the Hospital Complex Franco da Rocha, with the project “Cheio_Vazio”, which seeks to investigate the memories related to the architectonic complex designed by the architect Ramos de Azevedo and its importance in the community.

 

LA IRA DE DIOS #11 (Buenos Aires, Argentina, 2018)

Artista selecionado para a XI edição do programa de residência La Ira de Dios (Buenos Aires), realizado entre abril e maio de 2018 no espaço CheLA. A pesquisa realizada ao longo da residência resultou na instalação sonora “Tantas coisas que não escutamos” e também no objeto sonoro “La otra campana”, em colaboração com a artista argentina Gimena Castellón Arrieta.

Selected artist for the 11th edition of the residency program  La Ira de Dios (Buenos Aires), held between April and May 2018 in the CheLA space. The research conducted throughout the residence resulted in the sound installation So many things we don’t listen to and also in the sound object La otra campana, in collaboration with Argentine artist Gimena Castellón Arrieta.

La Ira de Dios #11

 

XI TSONAMI Arte Sonoro (Valparaíso, Chile, 2017)

Artista selecionado (como DUO b) para a Residência de Criação 2017, com o projeto Criando Monstros, que propôs a criação de paisagens sonoras ficcionais futuras para espaços específicos da cidade de Valparaíso. A residência resultou em três obras site specific, a intervenção urbana Resiliência, a instalação Bosque Hipótese e a ação de escuta Entremudas.

Selected artist (as a member of the DUO b group) for the Tsonami Residency 2017, with the project Designing Monsters, that proposed the creation of future fictional soundscapes for specific spaces in the city of Valparaiso. The residency resulted in three site specific works, the urban intervention Resilience, the installation Bosque Hypothesis and the listening action Entremudas.

Convocatória TSONAMI 2017TSONAMI 2017

 

Colaboração artística no Programa de Residência Artística da Casa das Caldeiras (São Paulo, 2017)

Artista convidado (como DUO b), para colaborar com os artistas residentes Cristian Espinoza (Chile) e Lucas Ero (Belo Horizonte, MG). O processo de criação coletiva concebido por Cristian Espinoza resultou em uma série de ações em espaços públicos e também em instalações que serão apresentadas na Mostra Tempo Forte em março de 2018. Em parceria com Lucas Ero, por sua vez, foi produzida a instalação audiovisual imersiva Ninfas.

Guest artist (as a member of the DUO b group), to collaborate with resident artists Cristian Espinoza (Chile) and Lucas Ero (Belo Horizonte, MG). The process of collective creation conceived by Cristian Espinoza resulted in a series of actions in public spaces and also in installations that will be presented at the Tempo Forte Exhibition in March 2018. The partnership with Lucas Ero, in turn, produced the immersive audiovisual installation Ninfas.

Corredor Eletromagnético Paulista (Catálogo)
Ninfas (Lucas Ero + DUO b)

 

Programa de Residência Artística Casa das Caldeiras (São Paulo, 2016)

Artista selecionado (como DUO b) com o projeto de pesquisa Volátil, que investigou as propriedades acústicas do edifício histórico da Casa das Caldeiras buscando identificar seu potencial uso como uma máquina de edição de  áudio. Como resultado final, a escultura sonora 3.3.3.1 foi apresentada na Mostra Tempo Forte, em setembro de 2016. Ao longo da residência, Marcelo Bressanin e Pedro Ricco colaboraram com outros artistas residentes na criação das trilha sonoras de duas outras obras:  a performance A noiva, de Carolina Sudati, e o espetáculo de dança Underneath -1, de Mariana Molinos e Felipe Teixeira.

Selected artist (with the collective DUO b) with the project Volátil, which investigated the acoustics of the historical building of Casa das Caldeiras to identify its potential use as an audio editing machine. As a final result, the sound sculpture 3.3.3.1 was presented at the Tempo Forte Exhibition in 2016. The artists also  collaborated with other residents in the creation of the soundtracks for Carolina Sudati’s performance Bride and Underneath -1, a performance by Mariana Molinos and Felipe Teixeira.

Underneath -1 (Mariana Molinos e Felipe Teixeira, trilha sonora DUO b)
Noiva: Estudo para concurso I (Carol Sudati, trilha sonora DUO b)

 

Rural.Scapes lab_Res2015

Projeto selecionado para a residência Rural.Scapes, DDP – Diferença de Potencial resultou em uma instalação sonora site specific desenvolvida pelo DUO b a partir da pesquisa em torno dos circuitos hídricos da região de São José do Barreiro. Observando as características do relevo e dos sistemas hídricos locais, bem como técnicas atuais ou históricas para armazenamento, distribuição e uso da água, em contextos urbanos ou rurais, os artistas construiram uma instalação sonora empregando materiais da região. O trabalho desenvolvido contou com o acompanhamento da crítica e curadora Ananda Carvalho (video e texto crítico no link).

DDP – Difference of Potential, the project selected for the residence Rural.Scapes, resulted in a site specific sound installation developed by the collective DUO b from the research on the region of São José do Barreiro. Observing the characteristics of relief and local water systems, as well as current or historical techniques for storing, distributing and using water, in urban or rural contexts, the artists constructed a sound installation.

DDP_Diferença de Potencial (DUO b, Rural.Scapes 2015) 

 

Obras  Works

 

TANTAS COISAS QUE NÃO ESCUTAMOS (LA IRA DE DIOS, BUENOS AIRES, ARGENTINA, 2018)

Instalação sonora site specific multi-canal (144 alto-falantes) que aborda a memória do espaço CheLA, uma antiga fábrica de amianto. Utilizando sons coletados no contato com as diferentes superfícies do edifício a instalação sugere a dispersão de partículas de amianto pelo ar, bem como a presença da fábrica na memória da comunidade e da cidade.

SO MANY THINGS WE DON’T LISTEN TO (LA IRA DE DIOS, BUENOS AIRES, ARGENTINA, 2018)

Site-specific multi-channel sound installation (144 speakers) that activates the memories of the CheLA space, an old asbestos factory. Using sounds collected in contact with the different surfaces of the building, the installation suggests the dispersion of asbestos particles through the air, as well as the presence of the factory in the memory of the community and of the city.

Tantas coisas que não escutamos (Vídeo)
Tantas coisas que não escutamos (Fotos)

 

TRILHAS (Bauru, São Paulo, 2018)

Trilhas  é uma instalação sonora imersiva e espacializada em seis canais, criada a partir do acervo de áudio do Museu Ferroviário Regional de Bauru e de entrevistas com ferroviários. A obra foi exposta em abril de 2018 no carro de primeira classe da antiga Noroeste do Brasil, restaurado pela equipe do Museu.

TRAILS (Bauru, Sao Paulo, Brazil, 2018)

Trails is an immersive and spatial installation in six channels, created from the audio collection of the Regional Railroad Museum of Bauru and interviews with retired railwaymen. The work was exhibited in April of 2018 in the first class car of the extinct railway company Northwest of Brazil, restored by the team of the Museum.

Trilhas (vídeo)

 

JARDIM DE SINAIS ERRANTES (Casa das Caldeiras, 2018)

Jardim de Sinais Errantes é uma instalação sonora site specific criada por Cristian Espinoza, DUO b (Marcelo Bressanin e Pedro Ricco) e Flavia Laudado, como parte das ações do projeto Corredor Eletromagnético Paulista. A obra consiste em seis antenas pendulares que captam sinais eletromagnéticos e os converte em sons, além de uma antena equipada com flashes fotográficos acionados automaticamente e que interferem no sistema ao gerar pequenos pulsos eletromagnéticos. A instalação, realizada ao longo do programa de residência artística da Casa das Caldeiras, em 2017, foi apresentada na mostra Tempo Forte, em março de 2018.

JARDIM DE SINAIS ERRANTES (Casa das Caldeiras, 2018)

Jardim de Sinais Errantes is a site specific sound installation created by Cristian Espinoza, DUO b (Marcelo Bressanin and Pedro Ricco) and Flavia Laudado, as part of the actions of the Electromagnetic Paulista Corridor project. The work consists of six pendant antennas that pick up electromagnetic signals and convert them into sounds, as well as an antenna equipped with automatically-triggered photographic flashes that interfere with the system by generating small electromagnetic pulses. The installation, which took place during the Casa de Caldeiras art residency program in 2017, was presented at the Tempo Forte show in March 2018.

Jardim de Sinais Errantes (vídeo)
Jardim de Sinais Errantes (fotos)

 

BOSQUE HIPÓTESE (Parque Cultural de Valparaíso, Chile, 2017)

Bosque Hipótese é uma instalação sonora site specific multi-canal realizada por DUO b (Marcelo Bressanin e Pedro Ricco) durante a Residência de Criação do XI Festival TSONAMI, em 2017. A obra dialoga com o projeto paisagístico do Parque Cultural de Valparaíso e propõe imaginar sonoridades futuras para o bosque de jacarandás implantado no processo de revitalização do local.

BOSQUE HIPÓTESE (VALPARAÍSO, CHILE, 2017)

Site-specific multi-channel sound installation by Marcelo Bressanin and Pedro Ricco during the Creation Residency of the XI Tsonami Festival, in 2017. The work proposes to imagine future sonorities for the jacaranda garden implanted in the process of revitalizing the place.

Bosque Hipótese (vídeo)
Bosque Hipótese (fotos) 

 

RESILIÊNCIA (Barrio Puerto, Valparaíso, Chile, 2017)

O patrimônio arquitetônico em ruínas e as expectativas da população em sua ânsia ingênua rumo ao processo de gentrificação: eis o Barrio Puerto. Influenciados pela situação aparentemente mais favorável dos bairros turísticos de Valparaíso, os habitantes e frequentadores do local, quando entrevistados, o definem como um bairro morto, sem futuro. E, por isso, todos parecem esperar por um “anjo” disfarçado de progresso que seja capaz de restaurar o passado áureo da região.
Em Resiliência, uma caminhada com fones de ouvido sem fio desenvolvida na Residência de Criação do XI Festival TSONAMI, Marcelo Bressanin e Pedro Ricco propõem uma experiência de escuta e de observação da paisagem que sugere um futuro mais nebuloso para aquela vizinhança.

RESILIÊNCIA (BARRIO PUERTO, VALPARAÍSO, CHILE, 2017)

The architectural heritage in ruins and the expectations of the population in their ingenuous eagerness towards the process of gentrification: this is Barrio Puerto. In Resiliência, a walk with wireless headsets developed at the Creation Residency of the XI Tsonami Festival, Marcelo Bressanin and Pedro Ricco proposed an experience of listening and observing the landscape that suggests a nebulous future for that neighborhood.

Resiliência (vídeo)
Resiliência (fotos)

 

ENTREMUDAS (Porto de Valparaíso, Chile, 2017)

Várias espécies animais trocam suas peles – exoesqueletos – ao longo de seu processo de crescimento, em um fenômeno chamado de “muda” ou “ecdise”. Ao intervalo entre tais mudanças se dá o nome de “entremuda”. Da mesma maneira, as cidades renovam suas superfícies de tempos em tempos, sobrepondo camadas espaciais e de memórias ao longo dos tempos. Em Entremudas, uma ação de escuta concebida na Residência de Criação do XI Festival TSONAMI, DUO b explora sonoramente as possíveis trocas de pele de Valparaíso em uma peça sonora apresentada ao público a bordo de um bote em alto mar, voltado para a paisagem da cidade.

ENTREMUDAS (VALPARAÍSO, CHILE, 2017)

Several animal species exchange their skins throughout their growth process.  In the same way, cities renew their surfaces from time to time, overlapping layers of space and memories.  In Entremudas, a listening action conceived in the Creation Residency of the XI Tsonami Festival, Marcelo Bressanin and Pedro Ricco explore the possible skin changes of Valparaiso in a sound piece presented to the public into a boat and facing the landscape of the city.

Entremudas (vídeo)
Entremudas (fotos)

 

CAMPO SONORO (Casa das Caldeiras, São Paulo, 2017)

Instalação sonora site specific desenvolvida por Cristian Espinoza, Flavia Laudado e DUO b (Marcelo Bressanin e Pedro Ricco). Composta por antenas, circuitos amplificadores e alto-falantes, a obra é uma das ações do projeto Corredor Eletromagnético Paulista e traduz em sonoridadades as ondas eletromagnéticas captadas no espaço da Casa das Caldeiras.

CAMPO SONORO (CASA DAS CALDEIRAS, SÃO PAULO, 2017)

Site specific sound installation developed by Cristian Espinoza, Flavia Laudado and DUO b (Marcelo Bressanin and Pedro Ricco). Composed of antennas, amplifier circuits and speakers, the work is one of the actions of the Electromagnetic Paulista Corridor project and translates into sonority the electromagnetic waves captured in the space of Casa das Caldeiras.

Campo Sonoro (fotos)

 

NINFAS (Casa das Caldeiras, 2017)

Criada a partir das pinturas de Lucas Ero (artista selecionado para o Programa de Residência Artística da Casa das Caldeiras 2017), Ninfas é uma instalação imersiva concebida colaborativamente pelos três artistas e composta pelo diálogo entre máquinas eletro-mecânicas controladas digitalmente e uma ambientação sonora concebida por Marcelo Bressanin e Pedro Ricco (DUO b).

NINFAS (CASA DAS CALDEIRAS, 2017)

Inspirated by Lucas Ero paintings (artist selected for the Casa das Caldeiras Residency Program 2017), Ninfas is an immersive installation conceived collaboratively by the three artists and composed by the dialogue between digitally controlled electro-mechanical machines and a sound environment created by Marcelo Bressanin and Pedro Ricco (DUO b).

Ninfas (vídeo)
Ninfas (fotos)

 

TEMPESTADE (Casa das Caldeiras e Oficina Cultural Pagu, 2016)

Tempestade,  instalação imersiva premiada pelo edital PROAC 2015 – Artes Integradas e que reúne Marcelo Bressanin e Pedro Ricco (DUO b), Mateus Leston, Victor Leguy e JpAccacio, com acompanhamento crítico de Ananda Carvalho.  A instalação foi concebida e criada coletivamente pelos artistas ao longo de dez meses de pesquisas e  foi apresentada na Casa das Caldeiras (São Paulo) e na Oficina Cultural Pagu (Santos, SP), em novembro de 2016.

TEMPESTADE (CASA DAS CALDEIRAS E OFICINA CULTURAL PAGU, 2016)

Tempestade, an immersive installation awarded by the Cultural Action Program of the State of São Paulo Government brings together Marcelo Bressanin and Pedro Ricco (DUO b), Mateus Leston, Victor Leguy and JpAccacio, with critical follow-up of Ananda Carvalho.  The installation was conceived and created collectively by the artists during ten months of research and was presented at the Casa das Caldeiras (São Paulo) and at the Oficina Cultural Pagu (Santos, SP), in November 2016.

Tempestade (vídeo)
Tempestade (fotos) 

 

DDP_DIFERENÇA DE POTENCIAL (Rural Scapes, São Paulo, 2015)

Diferença de Potencial é uma instalação sonora desenvolvida pelo DUO b a partir da pesquisa em torno dos circuitos hídricos da região de São José do Barreiro. Observando as características do relevo e dos sistemas hídricos locais, bem como técnicas atuais ou históricas para armazenamento, distribuição e uso da água, em contextos urbanos ou rurais, os artistas construíram uma instalação sonora empregando materiais da região. Sons locais foram manipulados por meio de sistemas eletrônicos e/ou digitais, em função da pesquisa realizada.

DDP_DIFERENÇA DE POTENCIAL (Rural Scapes, São Paulo, 2015)

Diferença de Potencial is a site specific sound installation developed by DUO b from the research around the water circuits of the region of São José do Barreiro. Observing the characteristics of relief and local water systems, as well as current or historical techniques for storing, distributing and using water, in urban or rural contexts, the artists constructed a sound installation using materials from the region. Local sounds were manipulated through electronic and / or digital systems, depending on the research carried out.

DDP (Vídeo)

 

FLUENTE (SESC Santos, FILE 2015, Redbull Station, 2015)

Performance sonora elaborada por Marcelo Bressanin e Pedro Ricco (DUO b) e JpAccacio. Ao longo da projeção de um filme abstrato composto por diversas imagens e sons de água em movimento, os artistas criam ao vivo uma segunda camada de sonorização manipulando sensores de movimento e recipientes com gotejadores de líquido.

FLUENTE (SESC Santos, FILE 2015, Redbull Station, 2015)

Sound performance by Marcelo Bressanin and Pedro Ricco (DUO b) and JpAccacio. Throughout the projection of an abstract film composed of several water images and sounds, the artists create in real time a second layer of sonorization by manipulating motion sensors that are exposed to the circulation of liquids.

Fluente (vídeo)
Fluente (fotos)

 

TAPES  (SESC Belenzinho, 2015)

Tapes é uma performance audiovisual de Marcelo Bressanin e Pedro Ricco (DUO b) e se constitui pela manipulação em tempo real de cinco faixas de tecido cuja oscilação é produzida pelo acionamento de ventiladores.  Tais variações nos elementos cenográficos são captadas por sensores de movimento (kinect) que reconhecem os padrões de movimento dos tecidos e produzem cinco fluxos distintos de sinais digitais, empregados para a edição do áudio pelos artistas.

TAPES (SESC  Belenzinho,  2015)

Tapes is an audiovisual performance of Marcelo Bressanin and Pedro Ricco (DUO b) and is constituted by the real-time manipulation of five bands of fabric whose oscillation is produced by the activation of fans. Such variations in the scenographic elements are captured by motion sensors (kinect) that recognize the patterns of movement of the tissues and produce five distinct streams of digital signals, used for the editing of the audio by the artists.

Tapes (fotos)

 

Bio

 

Go top